COMPRAR O MELHOR TRATOR CORTA-RELVAS: guia de compras para tratores corta-relvas comerciais

6 abr
COMPRAR O MELHOR TRATOR CORTA-RELVAS: guia de compras para tratores corta-relvas comerciais

Um trator corta-relvas é uma máquina de jardinagem essencial para jardineiros e paisagistas profissionais, cujos trabalhos abrangem relvados de grande dimensão ou propriedades inteiras.

Mas com tantas opções existentes no mercado, como pode ter a certeza de que está a comprar a mais adequada para as suas necessidades?

O nosso útil guia de compras para cortadores de relva comerciais fornece informações detalhadas sobre as diferentes opções, fatores a considerar, e as perguntas certas a fazer para garantir que adquire o cortador de relva ideal para as suas necessidades.

Como posso saber se um trator corta-relvas é adequado para as minhas necessidades?

Os cortadores de empurrar, apesar de todas as suas vantagens, podem ser fisicamente exigentes caso o seu trabalho abranja uma área extensa.

Caso se trate de um trabalho que compreenda uma área superior a 2.000 metros quadrados, está provavelmente na altura de investir num trator corta-relvas. Irá cortar de forma mais rápida e eficiente e, graças à sua potência, os tratores corta-relvas são muitas vezes mais adequados para os trabalhos em paisagens rurais e terrenos acidentados.

De um modo geral, existem cinco tipos a considerar, cada um com o seu próprio conjunto de vantagens:

Tratores corta-relvas compactos

Leve e com um tamanho mais reduzido, estes cortadores de relva tendem a ser mais adequados para proprietários de habitações com um relvado amplo, ao invés de profissionais.

Foram concebidos para serem mais estreitos do que alguns dos modelos de mais alto rendimento do mercado, o que os torna bons para trabalhar em zonas estreitas e portões de acesso de largura padrão em jardins domésticos.

Tratores corta-relvas

Maiores do que os tratores corta-relvas convencionais, estes tratores corta-relvas são máquinas de jardinagem potentes, bem equipadas para trabalhos em áreas com 0,5 a 1,2 hectares.

São mais adequados para jardins amplos, áreas rurais e até mesmo para trabalhos em terrenos acidentados, embora possam apresentar dificuldades em terrenos com inclinações íngremes.

Possuem plataformas de corte mais amplas e, muitas vezes, um conjunto mais vasto de funcionalidades, incluindo transmissão hidrostática, permitindo-lhe realizar trabalhos a uma vasta gama de velocidades ou utilizar acessórios como pás, aeradores e reboques, ampliando a sua gama de trabalhos.

Cortadores lineares      

A utilização destes tratores corta-relvas para trabalhos comerciais tornou-se mais popular nos últimos anos graças às suas várias vantagens, incluindo o facto de serem considerados como uma das formas mais eficientes de cortar áreas amplas, de 1,2 a 2 hectares.

A sua eficiência deve-se ao seu círculo de viragem de 360°, que é possível graças à existência de manípulos de controlo hidráulico individuais para cada roda. Graças a esta funcionalidade, o operador pode cobrir toda a área de forma muito mais rápida do que com um trator corta-relvas padrão, que exige a realização de várias manobras em cada viragem.

Com este nível de manobrabilidade, estes cortadores de relva são excelentes no corte rente a obstáculos.

Contudo, podem ser mais caros e, embora tenham a velocidade e a eficiência do seu lado, são ligeiramente mais difíceis de manobrar, pelo que pode demorar algum tempo até que consiga operá-los com facilidade. Caso exista a possibilidade de esticar um pouco mais o seu orçamento, esta é uma ótima escolha para aumentar a produtividade do seu dia de trabalho.

Cortadores frontais

Um cortador frontal é qualquer trator corta-relvas com uma plataforma de corte montada à frente. Os cortadores frontais permitem uma melhor visibilidade da área de corte e cortam em torno e sob obstáculos com mais facilidade, reduzindo a necessidade de trabalhos de aparagem adicionais. A plataforma montada à frente tem várias outras vantagens, que abordamos mais detalhadamente abaixo.

Cortadores com plataforma de operador

O cortador com plataforma de operador também é uma máquina que transporta o utilizador, embora de uma forma diferente. Os cortadores com plataforma de operador foram desenvolvidos para todas as pessoas que não pretendem ficar sentadas durante períodos prolongados, tais como operadores com problemas de saúde nas costas. A única diferença real entre a versão com plataforma e a versão com banco consiste precisamente na ausência do banco. Contudo, este facto pode trazer vantagens adicionais. Por exemplo, podem apresentar resultados melhores a cortar em terrenos irregulares, uma vez que o operador pode distribuir o seu peso conforme necessário.

Muitos operadores preferem estas máquinas porque permitem uma montagem e desmontagem mais rápida e fácil, além de proporcionarem uma melhor visibilidade do relvado e das imediações à medida que cortam a relva.

Avalie as suas necessidades

Tamanho e escala

Qual é o tamanho do jardim ou espaço que requer trabalhos de manutenção? Qual é o tipo e o estado da vegetação? Quanto mais densa for a vegetação, mais potência será necessária e, caso seja regularmente confrontado com áreas muito extensas, deve prestar particular atenção ao tamanho da plataforma de corte: uma plataforma mais ampla permite um corte mais amplo numa única passagem, aumentando a produtividade e reduzindo o tempo que demora a realizar cada tarefa.

Terreno

Quais são as condições do terreno? Se estiver a trabalhar em espaços amplamente planos e abertos, um trator corta-relvas mais básico deve ser suficiente.

Caso pretenda ter um relvado impecável, experimente um modelo mais avançado, que possua a opção de adicionar acessórios de tratamento de relvados, tais como aeradores, escarificadores, rolos e pulverizadores.

Caso seja regularmente confrontado com paisagens e terrenos acidentados, assim como encostas íngremes, o melhor é optar por uma máquina com mais potência e, em alguns casos, maquinaria especializada, tal como os cortadores de relva de encosta controlados à distância, que oferecem a forma mais segura de cortar vegetação densa em encostas.

Existem obstáculos que necessite de contornar? Uma plataforma de corte frontal permite uma maior manobrabilidade em torno de quaisquer obstáculos, tais como árvores, bancos e elementos decorativos.

Frequência de utilização

Consoante o acabamento desejado, alguns tipos de relva podem precisar de ser cortados várias vezes por semana durante a época de maior crescimento. Esta é uma tarefa exigente para alguém que esteja responsável por uma quantidade considerável de hectares de terra em cada um dos seus trabalhos.

Enquanto profissional, irá necessitar de um cortador que corresponda aos três requisitos seguintes: utilização frequente, longas horas de serviço e transporte regular. A durabilidade é um fator-chave e o investimento num cortador concebido para o uso comercial irá compensar a longo prazo.

Este tipo de máquina pode ser mais cara à partida, mas apresenta geralmente uma qualidade de construção superior, o que significa um cortador mais fiável, com uma vida útil mais longa e tempos de paragem mais reduzidos para a sua empresa.

Armazenamento e transporte

Pense na forma e no local em que pretende armazenar o seu cortador. Tem espaço numa garagem, oficina, ou galpão para acomodá-lo? E precisa de ser transportado numa carrinha ou num reboque? Em caso afirmativo, verifique cuidadosamente se as dimensões da máquina são adequadas.

Qual a largura de corte necessária?

Geralmente, quanto mais amplo for o relvado, maior deve ser a largura da plataforma de corte. Quanto mais ampla for a plataforma, menos passagens serão necessárias.

Para um relvado com aproximadamente 0,2 de um hectare, a escolha adequada consiste numa plataforma de corte com um tamanho de até um metro.

Para um tamanho de 0,2 hectares a 0,8 hectares, é mais adequada uma plataforma de 106 cm a 122 cm, e, para qualquer relvado com mais de 1,2 hectares, deve ser utilizada uma plataforma com uma largura mínima de 127 cm.

Cortador com plataforma montada à frente ou no centro?

Os tratores corta-relvas transportam a plataforma de corte na parte dianteira do cortador ou na parte central do chassis da máquina, por baixo do banco do operador. Cada uma das versões tem as suas vantagens.

Num cortador de relva com a plataforma montada à frente, o operador pode facilmente manter contacto visual com a plataforma de corte, uma vez que esta se encontra em frente ao cockpit de operação. Isto permite uma abordagem de trabalho minuciosa e pensada ao pormenor, e uma vez que o movimento da plataforma é independente do próprio trator, esta é capaz de seguir os contornos do terreno, permitindo um fluxo suave.

No caso de cortadores comerciais com a plataforma montada à frente, a relva não é achatada pelo peso do cortador antes do corte e, graças ao posicionamento frontal da plataforma de corte, esta pode aceder a áreas de difícil acesso ou cortar em torno de ramos, sebes, árvores, bancos e elementos decorativos de jardim. A forma como a máquina corta significa que também pode minimizar a necessidade de aparagem, poupando tempo ao operador.

No caso de cortadores comerciais com a plataforma montada no centro, a plataforma de corte está situada por baixo do cockpit, o que reduz o comprimento total da máquina.

Em terrenos que não estejam acidentados ou onde não se encontrem demasiados obstáculos, os cortadores comerciais com a plataforma montada no centro apresentam resultados de corte precisos e de qualidade profissional, tendo ainda a vantagem de serem muitas vezes adaptáveis a outras tarefas de jardinagem através da utilização de acessórios.

Motor

Se existe uma mensagem essencial que este guia pretende passar, é que deve sempre comprar o melhor motor que o seu orçamento permitir.

A potência e a qualidade do motor que comprar será o fator determinante para a eficácia e durabilidade do seu cortador, assim como a variedade das tarefas que lhe irá permitir realizar.

Muitas marcas líderes de cortadores de relva utilizam motores de fabricantes especializados ao invés de motores mais económicos, sem marca, e existe uma boa razão para isso — um trator corta-relvas profissional é uma máquina de extrema importância — possivelmente a espinha dorsal da sua empresa — e isso requer uma potência segura e fiável.

Os cavalos são a melhor forma de avaliar a potência de um trator corta-relvas. Alguns cortadores de empurrar são classificados em torque, que descreve a quantidade de potência utilizada para mover a lâmina rotativa do seu cortador de relva. Contudo, os cavalos são o método mais tradicional para avaliar a potência em máquinas de maior dimensão.

Alguns dos tratores corta-relvas mais compactos, concebidos principalmente para o uso doméstico, serão alimentados adequadamente por um motor monocilíndrico. Contudo, a maquinaria profissional irá exigir dois cilindros para trabalhos com uma grande variedade de terrenos, tipos de relva e velocidades de corte. Uma configuração V-twin a 90° causa menos vibração e é mais duradoura.

E, naturalmente, seja qual for o motor que escolher, esteja preparado para estimá-lo e conservá-lo. Tarefas como verificar e mudar o óleo, assim como limpar o motor e os filtros, manterão o seu funcionamento perfeito durante mais tempo, protegendo o seu investimento.

Eficiência

A manutenção e cuidados básicos podem melhorar a eficiência do seu trator corta-relvas.

Tarefas simples como a substituição regular das velas de ignição podem ajudar a poupar combustível, uma vez que uma vela quente assegura uma combustão mais rápida do combustível.

Da mesma forma, manter a parte inferior do cortador de relva livre de detritos e manter as lâminas do cortador limpas evitará fricção desnecessária, que consome mais combustível.

A substituição dos filtros de óleo também ajudará a aumentar a eficiência do combustível.

Quanto maior for a carga colocada num motor, mais combustível irá consumir. Por isso, se não precisar de rebocar acessórios pesados, remova-os.

Consulte o manual de instruções antes de realizar qualquer trabalho de manutenção ou para consultar as verificações de manutenção recomendadas.

Considere as suas aparas

Muitos tratores corta-relvas possuem um saco ou depósito de aparas, que se encontra na parte traseira do cortador e irá recolher as aparas à medida que são cortadas. É um processo prático e descomplicado, mas esvaziar o saco pode ser moroso ou, para todos os que trabalham em áreas muito extensas, impossível.

Existem duas alternativas — cortadores de mulching e de descarga lateral.

Os cortadores de descarga lateral reciclam as aparas (e os nutrientes nelas contidos) diretamente de volta para o relvado, pulverizando-as a partir de um canal de ejeção localizado numa das partes laterais do cortador.

Pode reduzir os custos de fertilizantes e poupar tempo, uma vez que não existe qualquer saco para esvaziar. No entanto, o sopro das aparas pode interferir no aspeto do relvado. Alguns clientes podem também não estar interessados, por exemplo, caso pretendam utilizar a área depois de a cortar.

Os cortadores de mulching também depositam as aparas de relva no relvado, mas cortam as aparas em pequenos pedaços antes de os deixarem no solo, diretamente abaixo do local onde se encontra a lâmina. Para isso, são necessárias lâminas especiais de mulching.

Qualquer uma das opções sem saco oferece algumas grandes vantagens no que diz respeito à relva e permitirá ao operador terminar o trabalho muito mais rapidamente do que com o modelo com saco.

Conforto

Uma vez que vai passar muito tempo sentado, é vital que encontre um cortador com um banco confortável e ajustável. Alguns bancos possuem apoios de braço ou encostos altos, para um maior apoio lombar. Estes são particularmente úteis para trabalhos mais longos.

Outras características podem aumentar o seu conforto durante o trabalho, tais como espaço adicional para as pernas, volante de estilo desportivo ou suportes para copos. A sua escolha depende das suas preferências, mas lembre-se: caso o cortador se destine a ser utilizado por toda uma equipa, o melhor é optar por características fáceis de ajustar, simplificando a adaptação para cada operador. 

Os modelos com baixa vibração podem ser uma boa forma de reduzir o impacto de uma condução prolongada, tornando a experiência ainda mais confortável.

Quanto devo gastar com o meu cortador?

Comprar um novo trator corta-relvas pode parecer uma despesa financeira significativa, mas trata-se de uma máquina substancial e pode contar com valores superiores a 4000 €.

Quanto mais potente for o cortador, mais caro será, especialmente se for fabricado por uma marca líder no mercado. Mas não há como negar que a qualidade também proporciona mais robustez e durabilidade, o que é indispensável para qualquer jardineiro e paisagista profissional.

Se estiver preparado para investir tempo na conservação e manutenção da sua máquina e cuidar verdadeiramente da mesma, irá otimizar a sua vida útil e será recompensado com a fiabilidade que necessita para assegurar o sucesso da sua empresa.

Acessórios

Aos tratores corta-relvas pode ser anexada uma grande variedade de acessórios úteis, permitindo-lhe fazer mais do que apenas cortar relva. Estes podem incluir escarificadores e aeradores de relva, rolos para relva, grades de cadeias, retalhadoras-estilhaçadoras e reboques.

Se os acessórios compensam ou não, depende do tamanho da área em que irá realizar os trabalhos de manutenção. Contudo, antes de decidir comprar uma série de acessórios, pense no que realmente precisa e se tem espaço para os mesmos.

No entanto, analisando devidamente, determinados acessórios podem ajudá-lo a poupar tempo e a expandir a gama de serviços oferecidos aos clientes.

Devo ter as críticas em consideração?

As críticas são uma valiosa fonte de informação para o ajudar na sua decisão de compra, mas tenha atenção em quem confia. Pesquise modelos em sites de críticas e blogs bem conceituados. Pode também consultar os produtos que “influenciadores” do paisagismo, como Jimmy The Mower e John Ryan, avaliam e utilizam.

Enquanto os concessionários de maquinaria de jardinagem estão, naturalmente, no negócio da venda de produtos, eles dispõem geralmente de uma ampla gama de marcas e têm habitualmente um vasto conhecimento sobre a indústria e a maquinaria disponível. Como tal, eles podem ser uma excelente fonte de informação valiosa.

Opções de garantia para cortadores de relva

Ao fazer um investimento seguro num trator corta-relvas comercial de alta qualidade, seria de esperar que fosse evitada a necessidade de reivindicar uma garantia.

Contudo, existe sempre a possibilidade de ocorrerem problemas inesperados e, por essa razão, recomenda-se encontrar um fabricante que possa oferecer uma garantia líder na sua classe, com cobertura de horas ilimitadas, tanto para clientes comerciais como para clientes privados.

Por exemplo, a Kawasaki Engines oferece garantia para os primeiros três anos no caso dos motores a quatro tempos.

Certifique-se de que existe um acordo claro relativo a substituições, reparações ou reembolsos.

Onde comprar?

Embora seja possível comprar um trator corta-relvas online, a maioria dos profissionais procura um concessionário local de confiança.

A compra de produtos tão valiosos a retalhistas online envolve sempre riscos. Não terá a possibilidade de experimentar artigos antes de os comprar e é pouco provável que ofereçam o mesmo nível de apoio que um concessionário — desde a assistência na escolha do produto certo até à assistência pós-venda, incluindo o fornecimento de peças originais.

A maquinaria e o equipamento profissional não se limita ao próprio artigo, estendendo-se também à assistência ao cliente, que ajuda a prolongar a respetiva vida útil dos artigos e a ajudá-lo a tirar o máximo proveito do seu investimento a longo prazo.

Exemplos de fabricantes

Os principais fabricantes oferecem uma excelente gama de cortadores adequados a todas as necessidades e requisitos. Os motores a 4 tempos líderes no mercado da Kawasaki são utilizados pelas seguintes marcas, disponíveis em toda a Europa: Ariens, ATCO, Countax, Cub Cadet, Etesia, Husqvarna, Hustler, John Deere, SCAG, STIGA, TORO, Westwood, Wisconsin.