Trabalhar ao ar livre é o sonho de muitos. Um trabalho ativo como a manutenção paisagística dá-lhe a oportunidade de passar mais tempo ao ar livre e, em geral, é bom para a sua saúde. Contudo, é importante reconhecer os perigos que também estão presentes quando se trabalha como paisagista.

Pesquisas sugerem que os paisagistas e jardineiros têm uma taxa de lesões relativamente elevada em comparação com outras indústrias. Embora a investigação sobre este tema seja mínima na Europa, ela tem sido explorada do outro lado do Atlântico: na indústria paisagística e hortícola dos EUA, cerca de 13 000 pessoas por ano sofrem lesões no trabalho.

Na Kawasaki Engines, estamos empenhados em priorizar o bem-estar e a segurança dos paisagistas. Queremos ajudar os profissionais a manterem-se seguros e saudáveis durante o trabalho árduo – a abordagem dos perigos antes de se desenvolverem é fundamental para evitar acidentes e lesões. Apresentámos-lhe os nossos conselhos sobre como tomar medidas práticas para cuidar da sua saúde durante o trabalho.

Considerações sobre saúde e segurança no paisagismo

Todos os trabalhos implicam um certo nível de risco para a saúde. Mesmo num escritório, as pessoas podem desenvolver problemas por passarem tanto tempo sentadas – trata-se de tomar medidas para mitigar esse risco. 

Trabalhar em manutenção paisagística, como já foi referido, também tem impactos positivos na sua saúde. Pois está associada à redução dos níveis de stress, depressão e ansiedade, bem como à diminuição do risco de doenças cardíacas. Um trabalho ativo como o paisagismo ajuda-o a evitar as “armadilhas” de um estilo de vida sedentário, mas pode ter um impacto negativo na sua saúde se não tomar as devidas medidas.

De seguida, apresentamos algumas lesões que podem ocorrer no paisagismo:

  • Cortes e lesões nas mãos – a utilização quotidiana de ferramentas e um lapso momentâneo de concentração podem resultar em lesões.
  • Lesões nas costas – muitas vezes devido a uma má postura e ao levantamento de pesos de forma incorreta.
  • Stress térmico – ao não tomar medidas para se proteger das condições meteorológicas ou ajustar os seus hábitos de trabalho durante períodos de calor extremo.
  • Perda auditiva – trabalhar com máquinas ruidosas sem proteção pode afetar a sua audição a longo prazo.

Oito medidas simples que pode tomar para proteger a sua saúde ao trabalhar no setor do paisagismo

Queremos garantir que está a cuidar da sua saúde durante o trabalho. Seguem-se algumas dicas e conselhos importantes que podem ajudá-lo a proteger o ativo mais importante da sua empresa – você.

Algumas medidas podem parecer óbvias, mas até o paisagista mais experiente as ignora de vez em quando!

1. Elaborar uma lista de segurança

Antes de adquirir o hábito de fazer estas coisas automaticamente, pode ser útil incorporar uma lista de segurança na sua rotina diária que o ajude a detetar os perigos antes que estes aconteçam e a garantir que tem o equipamento correto para o seu dia de trabalho. Uma lista de segurança típica pode ter o seguinte aspeto:

  • Uma lista das tarefas a realizar nesse dia
  • Qualquer equipamento de proteção necessário para a realização de determinadas tarefas (incluindo óculos de segurança, tampões para os ouvidos, luvas, etc.)
  • Quaisquer verificações de segurança de veículos ou máquinas que sejam necessárias para a utilização segura de equipamento de maiores dimensões.
  • Uma lista de vestuário e proteção adequado às condições meteorológicas – consulte a previsão meteorológica diariamente ou semanalmente.

2. Usar proteção auditiva

Se vai utilizar máquinas ruidosas (o que inclui a maioria do equipamento de paisagismo), certifique-se de que tem tampões para os ouvidos ou proteção auditiva e que os usa sempre que a fonte de ruído estiver ligada.

Lembre-se de que o uso de proteção auditiva pode afetar a sua consciência de outros potenciais perigos em redor, por isso, mantenha-se atento e olhe à sua volta com frequência para garantir que é seguro continuar a trabalhar.

3. Usar proteção ocular

Todos os tipos de tarefas na vida quotidiana de um paisagista podem representar um perigo potencial para a sua visão. Pequenas pedras, galhos ou mesmo folhas de relva podem causar lesões oculares, e trabalhar em espaços exteriores pode também deixá-lo vulnerável aos danos causados pelos raios UV.

O uso de óculos de segurança, em especial os de cor, oferece-lhe proteção contra objetos estranhos e contra o sol.

4. Escolher o vestuário adequado

Embora possa ser tentador usar roupas de verão no tempo quente, as mangas compridas e as calças ajudam a proteger a sua pele das queimaduras solares, das picadas de insetos e das irritações causadas pelo contacto prolongado com a matéria vegetal. A escolha de um material leve e respirável que cubra os braços e as pernas para o tempo quente minimizará estes problemas.

No tempo frio, é importante vestir roupas quentes que sejam suficientes para manter uma temperatura interna estável e evitar criar desconforto ao reter o suor frio dentro das várias camadas. Nos trabalhos físicos é essencial regular a temperatura do corpo durante os meses de frio, tal pode ser feito usando camadas que podem ser adicionadas ou retiradas facilmente, conforme necessário; por exemplo, chapéus, luvas, roupas térmicas e casacos com fecho de correr.

5. Ter em conta a postura

Os paisagistas profissionais são obrigados a realizar tarefas muito repetitivas, o que pode afetar a sua saúde física.

Levantar pesos, agachar-se, virar-se e manter posturas incómodas durante períodos prolongados são elementos do trabalho que podem causar problemas músculo-esqueléticos. Ao levantar pesos com as pernas em vez de com as costas, ao alongar regularmente e ao fazer pausas frequentes, pode reduzir a probabilidade de sofrer dores, tensões e distensões e diminui o impacto destas tarefas na sua saúde física.

6. Tomar precauções para evitar o stress térmico

Estas medidas tem um maior impacto se as puder seguir todos os dias. Mesmo com um clima ameno, as longas horas de trabalho ao sol podem causar danos na pele, que se podem acumular ao longo do tempo e colocá-lo em risco de cancro da pele. O uso de um protetor com um fator de proteção elevado durante todo o dia, de um chapéu e a escolha de roupa que cubra os braços e as pernas são formas simples e eficazes de evitar queimaduras solares.

No tempo quente, manter-se hidratado é fundamental para evitar o desconforto e os efeitos mais graves da insolação.

Quer trabalhe em temperaturas elevadas ou nos meses frios de inverno, mantenha o ritmo, faça pausas e certifique-se de que bebe líquidos e consome calorias suficientes para manter os seus níveis de energia. Se puder ajustar o seu horário para evitar trabalhar durante as horas de maior calor, faça-o.

7. Manuseamento seguro de produtos químicos

Os produtos químicos são cada vez menos utilizados pelos paisagistas, porém podem existir ocasiões em que seja necessário utilizá-los.

Pode parecer uma perda de tempo, mas ao utilizar produtos químicos no paisagismo é boa ideia ler sempre o rótulo antes de começar. Mesmo que só utilize um produto por breves instantes, certifique-se de que cobre o nariz e a boca e utilize luvas e óculos de segurança para proteger a pele e os olhos de salpicos acidentais.

8. Reconhecer o cansaço para evitar erros

O trabalho na indústria do paisagismo é um trabalho fisicamente exigente que implica, com alguma frequência, longas horas de trabalho, especialmente durante os meses de verão. Manusear qualquer tipo de máquina quando se está cansado é passível de provocar lesões, uma vez que todos nós somos suscetíveis de cometer erros quando estamos a precisar de uma pausa.

Fazer pausas regulares para descansar, manter-se hidratado e comer o suficiente pode aliviar o cansaço. Se tiver tentado estas táticas e continuar a sentir-se cansado, talvez possa trocar a tarefa que requer o manuseamento de máquinas por outra tarefa manual e voltar a esta mais tarde, quando se sentir mais confiante.

Manuseamento de máquinas: as principais considerações de segurança

Já falámos de dicas de segurança gerais – agora é altura de olhar mais especificamente para o manuseamento de máquinas tendo em consideração o seu bem-estar. Mais uma vez, é pouco provável que estas questões sejam novas para si, mas a complacência pode infiltrar-se com a experiência; atualizar os seus conhecimentos sobre o básico pode fazer toda a diferença para a sua saúde.

Manter os manuais de instruções à mão

Mesmo que tenha uma determinada máquina ou veículo há anos, guarde o manual num local onde possa aceder a este facilmente se surgir algo que precise de verificar. Consultar o manual será sempre mais eficaz do que tentar adivinhar em caso de dúvida.

As lâminas são mais seguras quando afiadas

Manter as lâminas das suas ferramentas e máquinas de paisagismo limpas e afiadas ajuda-o a evitar ter de aplicar uma força excessiva durante a utilização, o que pode levar a que a ferramenta/máquina escorregue e se corte. Lâminas mais afiadas também proporcionam um corte de melhor qualidade, melhorando o resultado final.

Ligar e desligar máquinas com segurança

Antes de ligar uma máquina, dedique algum tempo a examiná-la para verificar se existem danos ou deteriorações evidentes, especialmente se não a tiver utilizado durante algum tempo.

Se necessitar de equipamento de proteção para manusear a máquina em segurança, certifique-se de que o tem consigo antes de a ligar. Quando tiver terminado a tarefa, certifique-se de que desengata as lâminas, se possível, e que desliga a 100% a máquina antes de sair do veículo ou pousar a máquina. Armazene as máquinas em segurança, longe de espaços húmidos e expostos.

Cortar a relva em segurança com um trator corta-relvas

Os tratores corta-relvas são elementos essenciais para muitas empresas de paisagismo. No entanto, trata-se de uma peça de maquinaria de grandes dimensões, com potencial para causar acidentes, pelo que é necessário ter cuidado quando se opera uma. A maioria dos acidentes pode ser facilmente evitada mantendo um ritmo constante, não subestimando uma inclinação e consultando o manual do utilizador para garantir que está a trabalhar dentro das diretrizes de funcionamento.

Muitos tratores corta-relvas incorporam agora um design ergonómico: se estiver interessado em comprar um novo trator corta-relvas, verifique se o assento e os comandos são ergonómicos, as suas costas vão agradecer-lhe mais tarde!

Os nossos tratores corta-relvas OEM são normalmente concebidos tendo em conta a redução do ruído, tal como os nossos motores a 4 temposembora deva usar proteção auditiva ao trabalhar com um trator corta-relvas como uma forma de proteção adicional. Proteger os olhos da projeção de detritos, como pequenas pedras ou lâminas de relva, durante o corte também é uma boa prática.

Uma dica simples, mas importante: acione sempre o travão de mão do trator corta-relvas quando estiver parado, mesmo com o motor desligado.

Segurança no trabalho com roçadeiras

As roçadeiras são outra ferramenta essencial para a maioria dos paisagistas, e a maioria dos modelos modernos tem silenciadores de baixo ruído para reduzir o ruído e um design leve para uma utilização confortável. Embora os nossos motores a 2 tempos sejam fabricados para minimizar as vibrações, estas não podem ser totalmente excluídas. Tenha em atenção o impacto físico das vibrações; fazer pausas regulares quando utiliza ferramentas elétricas ajudará a reduzir o stress causado ao corpo e deve considerar a utilização de luvas que absorvam as vibrações.

Outros equipamentos de proteção que recomendamos ao trabalhar com roçadeiras incluem: óculos de segurança, proteção facial e botas resistentes.

É particularmente importante, quando se trabalha com uma roçadeira, eliminar quaisquer riscos de tropeçamento, sempre que possível, antes de iniciar o trabalho, tais como raízes, cepos de árvores ou pedras. A limpeza e a manutenção adequadas da sua roçadeira também são importantes para uma utilização segura e eficaz.

Priorizar a sua saúde

Pode ser tentador ignorar algumas destas medidas de saúde e segurança quando se está a gerir um horário preenchido e uma carga de trabalho exigente.

Se se concentrar no seu bem-estar físico e mental, é provável que acabe por poupar tempo e reduzir o stress ao cuidar de si. Problemas de costas, lesões por esforços repetitivos e exaustão são problemas comuns para os paisagistas. Ao tomar medidas para os evitar, está a proteger não só a sua empresa, mas também a sua mente e o seu corpo.

Jogar pelo seguro – protegendo a sua empresa e a si próprio

Para os profissionais do paisagismo, o seu negócio depende do próprio bem-estar físico e mental. Seguir estas dicas de segurança ao trabalhar no exterior contribuirá em grande medida para criar um futuro seguro e bem sucedido para si e para a sua empresa.

Investir em equipamento de alta qualidade, concebido a pensar no seu bem-estar, irá recompensá-lo ao longo dos anos em termos da sua saúde.

Os equipamentos Powered by Kawasaki foram concebidos não só para serem potentes e eficientes, melhorando a sua produtividade, mas também para serem confortáveis de utilizar, com características ergonómicas e tecnologia de redução de ruído e vibração incorporada nos nossos motores. Explore a gama de equipamentos Powered by Kawasaki ainda hoje.